Fotoletras Poéticas

Escrever, fotografar: eis a poesia do sentir; eis a poesia do olhar! Fotografar o que se vê, escrever o que se sente!
Eis-me aqui...

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Flor

Karina Araújo Campos
29 de junho de 2009.

Chama-me “Flor”,
Num grito carinhoso de necessidade.
Minha pele em você despetala-se,
Suave perfume do querer.

Ô Flor...
Cheiro de jasmim exala no ar.
Fareja minha essência em doce beijo
As cores desaparecem
Tornam-se transparentes...

Como um véu sem cor,
Duas almas que transformam
a Flor em Amor...

Todos os direitos reservados ao autor. Não autorizada cópia. Indique a leitura através deste site http://www.fotoletraspoeticas.blogspot.com/

Um comentário:

  1. Magnífico!
    Quero sentir esse cheiro eternamente!
    Lindo poema!!!

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

Obrigada!

Obrigada por visitar este blog!
Seja sempre bem-vindo e volte sempre!
Suas sugestões, críticas, comentários são de grande valia para meu crescimento!
Abraço fraterno,

Karina Campos